quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Regras de acentuação gráfica em Língua Portuguesa

Inicialmente, devemos esclarecer que, para entender melhor o assunto exposto aqui, temos de saber o que é prosódia: é a parte da fonética que tem por finalidade a exata acentuação tônica das palavras.
Você, porventura, sabe por que acentuamos graficamente algumas palavras e outras não?
A resposta é muito simples: toda palavra de nossa língua tem sua sílaba tônica natural. A palavra casa, por exemplo, é paroxítona, pois a sílaba tônica dessa palavra é a penúltima, mesmo não sendo acentuada graficamente, é ca é a silaba pronunciada "com mais força" ao falarmos. Como essa é a prosódia natural da palavra casa, não há necessidade de acento gráfico.
Quando, no entanto, há um desvio da prosódia natural - a palavra açúcar, por exemplo - , há necessidade do acento gráfico, pois houve um desvio da prosódia natural da palavra, que, em rigor, deveria ser açucar (oxítona). Como está oficialmente consagrada e dicionarizada a pronúncia açúcar (paroxítona), devemos, então, marcar o desvio da tonicidade, isto é, da prosódia natural da palavra com um acento gráfico.
Com base nesse princípio, estabeleceram-se, então, as regras gerais de acentuação gráfica das palavras em Língua Portuguesa, que são as seguintes:

1) Acentuam-se todas as palavras monossílabas tônicas terminadas em:
-a(s), -e(s), e -o(s).

Ex,: já, pá, pé, vê, vês. nó, só, etc.

Obs.: Não se acentuam as palavras monossílabas tônicas terminadas em i(s) e u(s), tais como em si,. ti, cru, etc.

2) Acentuam-se graficamente as palavras oxítonas terminadas em:
-a(s), -e(s), -o(s), -em e -ens.

Ex.: fubá, xarás, café, você, avó, avô, armazém, armazéns, parabéns, etc.

Obs.: Não se acentuam graficamente as palavras oxítonas terminadas em i(s) e u(s), como em caqui, aqui, tatu, cajus, Itu, etc.
As formas verbais terminadas em -a, -e ou -o, sejam elas monossílabas tônicas ou oxítonas, seguidas de -la, -lo, -las e -los, são acentuadas normalmente: dá-la, fazê-lo, informá-los, etc.

3) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas não terminadas em -a(s), -e(s), -o(s), -em, -ens e am.

Ex.: açúcar, fácil, líder, éden, órfã, ímã, júri, vírus, álbum, bíceps, látex, etc.
Essa regra nos mostra que todas as palavras paroxítonas que não possuem as terminações mencionadas não recebem acento gráfico.
Estão fora dessa regra, no entanto, os prefixos terminados em -r e -i: anti-heroi, semi-habilitado, hiper-rápido, super-heroi, etc.

4) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas terminadas em ditongo, quando este é representado graficamente..

Ex.: água, óleo, família, carícia, cárie, história, série, matéria, etc.
ATENÇÃO; observe que estamos falando em ditongos representados graficamente, como em notícia, por exemplo. Estão de fora dessa regra, portanto, ditongos como jovem, falam, que só ocorrem na fala.

5) Acentuam-se graficamente todas as palavras proparoxítonas.

Ex.: lâmpada, célula, cédula, rápido, gramática, pétalas, etc.
Obs.: Como foi dito, os ditongos crescentes, em final de sílabas, podem ser separados na divisão silábica: tanto pode ser his-tó-ria, como his-tó-ri-a;. sé-rie, como sé-ri-e. No primeiro caso (his-tó-ria), classificamos tais palavras como paroxítonas terminadas em ditongo crescente; no segundo caso (his-tó-ri-a), dizemos que são proparoxítonas relativas ou eventuais.

6) Acentuam-se graficamente as vogais i e u tônicas, quando aparecerem depois de outra vogal (formando hiato), sozinha em uma sílaba, acompanhada ou não de s.

Ex.: saúde, saída, faísca, jaús, etc.
Esta última regra possui uma única exceção: se a vogal i do hiato, isolada na sílaba, vier seguida de nh, não deve receber acento gráfico. Isso quer dizer que palavras como rainha, bainha, campainha, moinho, etc. não recebem acento gráfico.
Deve-se, ainda, esclarecer que a repetição também de tais vogais em uma palavra, formando hiato, dispensa o acento gráfico, como em xiita e juuna.

7) Os verbos ter e vir possuem as formas do plural da 3ª pessoa do presente do indicativo com acento gráfico, para diferençar das formas do singular.

Ex.: Ele tem pouco dinheiro.
Eles têm pouco dinheiro.
Ela vem regularmente à minha loja.
Elas vêm regulaemente à minha loja.

Acabou o espaço na linha do seu caderno, e você ainda não terminou de escrever uma palavra - deve terminá-la na linha debaixo. Fica, então, um pedaço na linha de cima,um hífen (o tracinho -), e a continuação embaixo. Mas você não pode "cortar" a palavra como bem entender - é necessário fazê-lo respeitando a separação silábica. E é essa uma das utilidades de saber separar sílabas.
Mas não é só isso. Entender a estrutura das sílabas nas palavras é essencial também para saber acentuá-las, já que as regras de acentuação estão ligadas às sílabas tônicas das palavras.
O conceito é simples. Basta entender que sílaba é a menor unidade estruturada de som da palavra. Em português, cada sílaba tem, pelo menos, uma vogal - às vezes acompanhada de consoantes.
Isso quer dizer que as sílabas podem ter mais de uma vogal (caso dos encontros vocálicos), mais de uma consoante (caso dos encontros consonantais), mas nunca ficam sem vogais.

Veja quadro com principais regras de como separar as sílabas:
Separam-se:
As letras dos dígrafos rr, ss, sc, sç, xc.

Exemplo: car-ro, as-sa-do, des-cer, des-çam, ex-ces-so
As vogais dos hiatos.

Exemplo co-or-de-nar, gra-ú-do, hi-a-to, ra-i-nha, ru-í-na
Os encontros consonantais em que as consoantes de destaquem foneticamente uma da outra.

Exemplos uma consoante + uma consoante: ap-to, af-ta, op-tar
uma consoante + duas consoantes: as-tro, es-tre-la
duas consoantes + uma consoante: pers-pi-caz, sols-tí-cio
duas consoantes + duas consoantes: pers-cru-tar
três consoantes + uma consoante: tungs-tê-nio, pers-pec-ti-va
Observação:

• Toda consoante que não vem seguida de vogal fica na sílaba anterior.
Não se separam:
As letras dos dígrafos ch, lh, nh, gu, qu

Exemplo: cha-péu, lha-ma, mi-nha, man-gue, es-qui-lo
As letras dos encontros consonantais formados por: consoante + L e consoante + R.

Exemplo re-cla-me, fla-ma, glo-bo, pre-to, dra-ma, cri-me
As letras que representam ditongo ou tritongo.

Exemplos ditongos: pai-sa-gem, cau-sa, sé-rie
tritongos: a-ve-ri-guei, sa-guão, Pa-ra-guai
observação:

• Se a consoante for inicial, também não é separada. Exemplos: pneu-má-ti-co, psi-co-lo-gi-a, gno-mo, psi-co-se

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário